Riscos da Sílica

O que é sílica?

A sílica é representada pelo símbolo SiO2, é um mineral muito duro que aparece em grande quantidade na natureza, pois é encontrada nas areias e na maioria das rochas. A sílica pode ser encontrada em formas cristalinas, tais como o quartzo, a tridimita, a cristobalita e a trípoli, ou na forma amorfa, como a sílica gel ou a sílica coloidal.

A sílica livre cristalizada, cuja forma mais conhecida é o quartzo, é a sílica cristalina não combinada com nenhum elemento químico.

A Sílica trata-se de um pó branco que pode parecer inofensivo, mas é causador de muitas doenças no Brasil.

Os trabalhadores que atuam em atividades com exposição a sílica são os mais afetados caso não haja proteções adequadas.

Perigos da exposição

Quando a atividade realizada libera poeira contendo sílica e o trabalhador não possuir proteção adequada, ele pode desenvolver uma doença chamada silicose, além disso os trabalhos com poeira contendo sílica podem, também, aumentar o número de casos de bronquite e tuberculose.

O que é silicose?

A silicose é uma doença incurável causada pelo acúmulo de poeira contendo sílica nos pulmões e a consequente reação dos tecidos pulmonares. Ela leva ao endurecimento dos pulmões e dificulta a respiração, podendo levar à morte. Além disso, o pulmão lesionado pode provocar uma sobrecarga no lado direito do coração (o lado que bombeia o sangue para os pulmões). Esse esforço adicional pode causar danos permanentes ao coração, podendo provocar a morte do trabalhador por problemas cardíacos.

A silicose pode aparecer quando o trabalhador respira uma determinada quantidade de poeira contendo partículas de sílica bem pequenas e invisíveis que conseguem chegar até os pulmões. Essas partículas pequenas são conhecidas como poeira respirável.

O aparecimento da silicose dependerá da quantidade de poeira com sílica existente no local de trabalho e quanto tempo o trabalhador fica exposto.

Meios de prevenção

As empresas devem adotar medidas de prevenção adequadas às atividades realizadas, essas medidas devem ser preferencialmente aplicadas no ambiente de trabalho a fim de eliminar ou reduzir a exposição.

Podem ser aplicados como medidas de prevenção:

Exaustão do ponto de operação;

Umidificação dos ambientes de trabalho;

Enclausuramento da fonte geradora de poeira contendo sílica;

Substituição de máquinas e mudanças no processo produtivo;

Ventilação nos locais de trabalho;

Limitar o tempo de exposição do trabalhador com emprego de rodizio de atividades;

Implantação de Programa de Proteção Respiratória adequado;

Monitoramento ambiental, com a realização de mensurações quantitativas da exposição dos trabalhadores, a fim de determinar de forma assertiva das medidas de proteção a serem adotadas.

 

Quando falamos do trabalhador alguma medidas que o envolvem diretamente também devem ser adotadas:

Monitoramento da saúde do trabalhador com a realização de exames médicos adequados;

Uso de proteção respiratória adequada;

Treinamentos específicos sobre os riscos da exposição;

Treinamentos sobre uso adequados das proteções respiratórias.

 

Em quais atividades a sílica é encontrada?

Nas atividades de mineração;

Nas indústrias de cerâmica e vidro;

Em metalúrgicas, fundições e siderúrgica;

Em indústrias químicas, na produção tintas, cosméticos, produtos farmacêuticos e inseticidas;

Na construção civil.

Com a adoção das medidas adequadas a empresa estará protegendo o trabalhador que realizará suas atividades, sem o comprometimento de sua saúde.

Adriana Patricia Kosloski

Técnica em Segurança do Trabalho